História do Panetone

História do Panetone

História do Panetone

O panetone é um dos principais símbolos gastronômicos na época do Natal. O pão doce, recheado com frutas secas e com fragrância de baunilha não fica de fora nesta época do ano.
Sua consistência macia se dá pelo processo de fermentação natural quando produzido.

Existem várias lendas e histórias que tentam explicar a origem desta guloseima. Até hoje seu surgimento é um mistério, mas uma coisa é certa: o panetone tem origem em Milão, na Itália.
A lenda mais conhecida é que o panetone foi criado por um padeiro chamado Toni. Dizem que o jovem padeiro era apaixonado pela filha de seu patrão e para impressionar o pai da amada inventou a receita de um pão doce. Com isso, os clientes da padaria italiana começaram a pedir pelo “Pani de Toni”, que mais tarde foi chamado de “panetone”.

Outra lenda diz que o surgimento aconteceu na Corte de Ludovico, o Mouro, na véspera do Natal, entre os anos de 1494-1500. O Natal era comemorado com festas grandiosas e banquetes à altura. Em uma das celebrações natalinas um imprevisto aconteceu: a sobremesa que estava preparada queimou ao ser assada. Antonio, um dos empregados responsáveis pela cozinha, havia preparado uma massa com sobras de ingredientes e pretendia levar para sua casa.

Como não havia outra opção, ofereceu sua massa para servir como sobremesa para a corte. Reza a lenda que esta sobremesa foi tão apreciada que Ludovico perguntou qual o nome da iguaria. O empregado disse que a sobremesa não tinha nome, e por isso, Ludovico passou a chamar de “Pani de Toni”. O pão passou a ser um prato indispensável nas próximas ceias de natal, e mais tarde o pão de Toni, chamado de panetone, popularizou-se na Itália e após pelo mundo inteiro.

Talvez nunca vamos descobrir qual é a verdadeira história do clássico panetone, mas sabemos que nas últimas décadas inúmeras variedades de recheios foram criados, surgindo assim novas versões do “Pão de Toni”. O chocotone, recheado com chocolate, é um exemplo.

Compre aqui seu Panetone

Il Vecchio Forno – Produção Italiana de Panetone

Localizada na região do Veneto, nos pés das colinas de Vicentine, na Itália, a il Vecchio Forno é uma indústria de confeitaria especializada na produção de sobremesas de forno fermentadas naturalmente.

Uma empresa moderna, estruturada em todos os departamentos, produtiva e baseada em uma filosofia única que sempre foi a missão de seu sócio fundador: a qualidade do produto.
Panetone, Pandoro, Colomba, recheadas ou não, são todas sobremesas onde a característica principal é a longa levedura natural. O resultado é a suavidade e o sabor.

A levedura, os ingredientes selecionados, a massa repetida e a mistura cuidadosa, o descanso prolongado nas células de fermento, a cozedura e o resfriamento lento, obtidos com tecnologias que garantem quantidade e constância, são características que fazem os produtos da il Vecchio Forno manterem a qualidade de acordo com a tradição.

GranDucale

O GranDucale é um dos produtos “carro-chefe” da fábrica italiana Il Vecchio Forno. Encontrados em várias versões, este panetone é apreciado por todos que provam.

No Caitá Supermercados Concórdia, Joaçaba e Erechim, você encontra o irresistível GranDucale Clássico, com frutas cristalizadas, uvas passas e o incomparável gostinho da Itália.

E aí, que tal provar o verdadeiro sabor da Itália? Clique aqui e compre agora mesmo o seu Panetone GranDucale

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *