Vinhos no Verão? Pode sim! Aprenda a diferenciá-los

Vinhos no Verão? Pode sim! Aprenda a diferenciá-los

Vinhos no Verão? Pode sim! Aprenda a diferenciá-los

Atire a primeira pedra quem não considera o vinho uma bebida de Inverno? A boa notícia é que isso não é regra. Há opções refrescantes, sim, para os dias de mais calor. O sommelier da rede Caitá de Supermercados, Vinícius Franco de Abreu, diz que os vinhos brancos, rosés, frisantes ou espumantes são leves e combinam muito bem com o Verão.
O sommelier recomenda vinhos mais leves, tanto na carga de taninos quanto no teor de álcool. “Isso encontramos nos brancos, rosés, espumantes, frisantes e drinks à base de vinhos”, afirma Abreu. Quem não abre mão dos tintos, deve optar por aqueles feitos com uvas Pinot Noir, Gamay e até Cabernet Franc.

Conheça as principais marcas de vinhos e espumantes do Caitá

A orientação básica é escolher pela cor. Os vinhos brancos e rosés têm essa coloração e sempre estão separados nas adegas. “Até mesmo os vinhos brancos que passam pela barricada de carvalho são mais leves”, afirma o sommelier. Eles combinam muito bem com pratos leves à base de peixes ou frutos do mar, aves, petiscos, frios e queijos que não sejam maturados.

Algumas dicas de castas de vinhos de Verão

• Branco: Souvignon Blanc, Chardonnau, Riesling e Moscato;
• Rosé: Merlot, Malbec, Cabernet Franc e Syrah;
• Espumantes: Moscatel, Brut e Demi-Sec.

Temperatura para consumo
A temperatura ideal para consumir o vinho é variando entre 8ºC e 12ºC. “Acima de 14ºC não é interessante porque acabam ficando enjoativos”, ressalta Abreu. Se for o espumante, o recomendado é a abaixo de 8ºC. “Nesta temperatura as borbulhas estão mais firmes e a acidez fica presente, o que é muito importante”, explica o sommelier.

Novidade no mercado
Uma opção diferente para o Verão e que caiu no gosto do público jovem é o vinho branco, rosé ou espumante em lata. É uma solução muito prática para quem não abre mão de consumir a bebida na praia ou na piscina. Sem contar na praticidade de não precisa abrir a garrafa.

Curiosidade
Qual é a diferença entre a vedação com rolha ou tampa de rosca? A mudança está muito mais no estilo e na tradição, do que propriamente na qualidade do vinho. O sommelier do Caitá ressalta que não precisa ter medo algum de levar para casa a bebida com tampa de rosca, a screwcaps. “Na verdade ela preserva a qualidade e as características por mais tempo”, diz Abreu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *